Precauções para a temporada de chuvas fortes

Funcionamento dos serviços municipais durante as festividades de fim de ano
dezembro 19, 2019
Funcionamento dos equipamentos de saúde da rede municipal
dezembro 19, 2019

Precauções para a temporada de chuvas fortes

O verão é uma estação conhecida não somente pelas altas temperaturas, mas também por suas chuvas intensas. Por isso, é necessário tomar certas precauções para evitar acidentes ou quaisquer outros transtornos. Abaixo, segue algumas informações importantes:

Sinais que indicam que pode ocorrer um deslizamento

  • Observe no terreno se árvores, postes ou muros estão com alguma inclinação anormal;
  • Observe rachaduras, trincas ou saliências no chão ou nas paredes;
  • Observe se o local tem água mais barrenta que o normal. Pode ter algum cano com vazamento e infiltrando-se pelo terreno.

O que fazer: em caso de deslizamento, é importante sair imediatamente do local e procurar abrigo em lugares seguros. Quando estiver a salvo, ligue para a Defesa Civil no 199.

Em casos de enchentes e inundações

Cuidados antes

  • Tenha um lugar previsto, seguro, onde você e sua família possam se alojar no caso de inundação;
  • Coloque documentos e objetos de valor em sacos plásticos bem fechados e em local protegido;
  • Feche as portas, janelas e o registro de entrada de água;
  • Desconecte os aparelhos elétricos da corrente elétrica para evitar curtos-circuitos;
  • Retire todo o lixo e leve-o para áreas não sujeitas a inundações;
  • Retire os animais de estimação de casa.

Cuidados durante

  • Proteja a sua vida, a de seus familiares e amigos. Evite contato com as águas de enchentes, elas estão contaminadas e podem provocar doenças;
  • Evite voltar para casa até as águas baixarem e o caminho estar seguro. Só entre na água se for absolutamente necessário, usando botas de borracha.

Cuidados depois

  • Tenha cuidado: veja se a sua casa não corre risco de desabar;
  • Remova a lama e o lixo do chão, das paredes, dos móveis e utensílios. Não use equipamentos elétricos que tenham sido molhados;
  • Lave e desinfete os objetos que tiveram contato com as águas da enchente;
  • Evite beber água ou comer alimentos que tiveram contato com as águas da inundação, pois eles podem estar contaminados.

Proteja-se dos raios

  • Evite lugares abertos, como estacionamentos, praias e campos de futebol;
  • Abrigue-se em casa, edifício ou em instalação subterrânea como metrô;
  • Não permaneça em rio, mar, lago ou piscina;
  • Se estiver no carro, mantenha os vidros fechados, sem contato com as partes metálicas do veículo;
  • Caso não encontre um abrigo por perto, fique agachado com os pés juntos, curvado para frente, colocando as mãos nos joelhos e a cabeça entre eles até a tempestade passar;
  • Mantenha distância de objetos altos e isolados, como árvores, postes, quiosques, caixas d’água, bem como de objetos metálicos grandes e expostos, como tratores, escadas e cercas de arame;
  • Evite soltar pipas, carregar objetos, como canos e varas de pesca e andar de bicicleta, motocicleta ou a cavalo;
  • Mantenha distância de aparelhos e objetos ligados à rede elétrica, como TVs, geladeiras e fogões;
  • Evite o uso de telefone, a menos que seja sem fio ou celular;
  • Fique afastado de janelas, tomadas, torneiras e canos elétricos;
  • Evite tomar banho durante a tempestade.

Atenção aos refluxos de água

As galerias de água podem ficar cheias e, se o volume de água ultrapassar o limite, a água volta pela tubulação, fenômeno conhecido como refluxo de água.

Vale destacar que a água da chuva não volta pela tubulação de esgoto, porque são redes coletoras diferentes. O Estado é o responsável pela coleta de esgoto, nas cidades onde a Sabesp opera, e as prefeituras são responsáveis pelas galerias pluviais que coletam a água da chuva. Na maioria das vezes, o refluxo de água ocorre devido a lixos e objetos que tampam os bueiros, impedindo o escoamento. Caso isso ocorra, a prefeitura deve ser acionada.

Caso esteja construindo, evite cometer o erro de ligar o ralo diretamente à rede coletora de esgoto ou direcionar a calha para o esgoto. Em dias de chuva forte, evite abrir a caixa de inspeção para escoar a água e mantenha sua caixa tampada e em boas condições. Para diminuir casos de refluxo, a Sabesp também orienta os clientes no momento da ligação de esgoto. Em casos de vazamentos, entre em contato com a companhia pelo aplicativo “Sabesp_APP“, e/ou nas centrais de atendimento pelos telefones 195 (Região Metropolitana de São Paulo) e/ou 0800 0550195 (municípios do interior e litoral).

Operação Chuvas de Verão

São Paulo deu início no dia 1º de dezembro à Operação Chuvas de Verão, que tem como objetivo a preservação de vidas e a redução de danos humanos, materiais e ambientais, principalmente no período de chuvas que se aproxima. Com vigor até o dia 31 de março de 2018, a ação vai englobar os Planos Preventivos da Defesa Civil, o PPDC, específicos para escorregamentos e inundações, com o objetivo de prevenir e aliviar os impactos associados aos eventos típicos do período chuvoso. Leia mais, clicando aqui.

Fonte: Governo de São Paulo e Defesa Civil do Estado de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *