Participe da prevenção das hepatites virais

SESSÃO SOLENE: VILA NOVA CACHOEIRINHA
agosto 16, 2019
Parque do Ibirapuera comemora 65 anos com programação especial
agosto 20, 2019

Participe da prevenção das hepatites virais

A hepatite é a inflamação do fígado. Pode ser causada por vírus ou pelo uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas e genéticas. Em alguns casos, são doenças silenciosas que nem sempre apresentam sintomas. O diagnóstico e o tratamento precoces podem evitar a evolução da doença para cirrose ou câncer de fígado. Por isso, é tão importante fazer os exames. O diagnóstico pode ser feito por testes rápidos que dão o resultado em uma hora. Também existem exames feitos em laboratório.

No Brasil, estima-se que 2,3 milhões de pessoas tenham algum tipo de hepatite, e cerca de 1,5 milhão são portadores do tipo C. No município de São Paulo, a estimativa é de que haja 82.276 casos de hepatite C, mas de 2000 até 2018, apenas 2 7.080 (32,9 %) casos da doença foram descobertos, confirmados e notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). Em 2019, são 602 casos confirmados.

O Programa Municipal de Hepatites Virais da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de São Paulo alerta para a necessidade de realização de teste rápido para descoberta dos casos de hepatite C em pessoas acima de 40 anos, com histórico de transfusão sanguínea antes de 1993, que fizeram ou fazem uso de drogas e que tiveram ou têm relações sexuais desprotegidas.

Sobre o Dia Mundial da Luta Contra as Hepatites Virais

A data é 28 de julho, instituído pela Organização Mundial de Saúde (OMS), porém as ações de prevenção acontecem durante todo o mês. O Julho Amarelo quer chamar a atenção para a prevenção até a eliminação da doença, e o Brasil se destaca nesse cenário. Em 2017, foi escolhido para sediar o 2º World Hepatitis Summit em reconhecimento ao protagonismo do País no enfrentamento das hepatites virais.

Sobre o Plano de Eliminação das Hepatites Virais

O objetivo é a redução de 90% de novas infecções por hepatites virais B e C e redução de 65% na taxa de mortalidade associada às hepatites virais B e C. Para atingir a meta até 2030, São Paulo promove a vacinação da hepatite B para todas as idades e oferece o teste rápido para hepatites B e C. O tratamento da hepatite C é gratuito para todos os portadores da doença, na rede municipal.

Confira os endereços para os testes:

Para saber onde se encontra a Unidade de Saúde Básica (UBS) mais próxima de sua residência, clique aqui.

Fonte: Prefeitura de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *