Respeito e preferência pelo pedestre será ilustrado por meio de mímicas em ações ao Dia Internacional do Pedestre

Livro de contos autorais será produzido por estudantes da rede municipal
agosto 5, 2019
Portal SP156 disponibiliza informações sobre os mais diversos serviços municipais
agosto 7, 2019

Respeito e preferência pelo pedestre será ilustrado por meio de mímicas em ações ao Dia Internacional do Pedestre

A Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes (SMT) e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) promoverão no dia 8 de agosto, ações em três cruzamentos da cidade ações para conscientizar os motoristas sobre a importância de dirigir com atenção, respeitando as sinalizações e leis de trânsito. Mímicos vão exibir aos condutores que estiverem parados nos semáforos informações que evidenciam as tristes consequências de não se respeitar e dar preferência a quem caminha. A ação educativa terá flashes de transmissão ao vivo pelos perfis oficiais da SMT e da Companhia. Conteúdo audiovisual pré-produzido especificamente para a data também será publicado nas redes.

Enquanto estiverem aguardando o tempo de travessia, motoristas serão impactados pela passagem dos mímicos com cartazes que mostrarão o número total de mortes de pedestres em 2018 e as advertências: respeite e proteja o pedestre; você também é pedestre. Entre 10h30 e 11h30, a ação será realizada no cruzamento das avenidas Raimundo Pereira de Magalhães com Mutinga. Entre 12h30 e 13h30, no cruzamento da Av. Tiradentes com a rua João Teodoro. O cruzamento da Av. Rangel Pestana com o Largo da Concórdia recebe os mímicos entre 14h30 e 15h30.

A capital paulista registrou 828 acidentes fatais de trânsito, que vitimaram 849 pessoas, em 2018. Dentre as vítimas, mais de 40% eram pedestres. Em números absolutos, 349 pessoas perderam a vida enquanto caminhavam. Atropelamentos são os acidentes fatais mais frequentes. Nos últimos dez anos, o número de pedestres que perderam a vida por causa da violência no trânsito caiu 48%, de 671, em 2009, para 349, em 2018. Na comparação com 2017, entretanto, houve aumento. Naquele ano foram 331 mortes de pedestres registradas. Uma oscilação de 5%.

Considerando que nenhuma morte no trânsito é aceitável, a Secretaria de Mobilidade e Transportes e a Prefeitura de São Paulo aderiram ao Visão Zero. Criado na Suécia em 1997, esse conceito já é usado como referência para planos de segurança viária de longo prazo em cidades como Nova York, Cidade do México, Bogotá e São Paulo. O Plano de Segurança Viária 2019-2028, elaborado pela Prefeitura, é inspirado nesse conceito.

Plano de Segurança Viária 2019-2028 prevê uma série de ações dedicadas à proteção do pedestre. Dentre elas está a implementação das Áreas Calmas, Pedestre Seguro e Rotas Escolares Seguras.

Serviço

Local: Av. Raimundo Pereira de Magalhães X Av. Mutinga
Horário: das 10h30 às 11h30

Local: Av. Tiradentes X Rua João Teodoro
Horário: das 12h30 às 13h30

Local: Av. Rangel Pestana X Largo da Concórdia
Horário: das 14h30 às 15h30

Dia Internacional do Pedestre

Surgiu em homenagem a eterna imagem dos Beatles atravessando a faixa de pedestres em Abbey Road, em Londres, foi clicada pelo fotógrafo Iain McMillian. Além de contribuir para conscientizar a população, e principalmente aos motoristas, sobre a preferência do pedestre no trânsito em São Paulo.

O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito – iniciativa lançada em 2015 e inspirada na Década de Ação Pela Segurança Viária (2011 a 2020), estabelecida pela Organização das Nações Unidas, para chamar a atenção para a questão da violência no trânsito – aproveita a ocasião para relembrar alguns cuidados importantes para os pedestres adotarem no dia-a-dia e garantir a segurança de todos. Afinal de contas, o atropelamento de pedestres é a 2ª maior causa de mortes por acidentes no Estado de São Paulo.

Algumas dicas simples para os pedestres:

  • Antes de atravessar a rua, olhe para os dois lados;
  • Atravesse na faixa de pedestre, respeitando a sinalização;
  • Não atravesse a rua usando o celular ou fone de ouvido;
  • Carros, ônibus e árvores são pontos cegos. Não atravesse por trás deles;
  • Antes de atravessar na frente de veículos, certifique-se de que você foi visto pelo motorista;
  • Em estradas, caminhe na contramão dos carros e só atravesse pela passarela;
  • Só desembarque de veículos pelo lado da calçada.

Fonte: Prefeitura e Governo de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *