Abril Azul promove uma programação cultural gratuita em Bibliotecas da cidade

Venha participar do 3º Festival Abril Para Dança
abril 12, 2019
CATes disponibilizam mais de 6 mil vagas de emprego em processos seletivos para diversas áreas
abril 16, 2019

Abril Azul promove uma programação cultural gratuita em Bibliotecas da cidade

Imagem: Reprodução.

Abril é o mês de Conscientização do Autismo, e pensando nisto, o Programa Cultura Inclusiva e a Biblioteca Viva prepararam uma programação especial para o Abril Azul, uma parceria da Secretaria da Cultura (SMC) com a Secretaria da Pessoa com Deficiência (SMPED). Ao todo, serão quatro peças teatrais apresentadas nas bibliotecas Monteiro Lobato e Hans Christian Anderson, sempre aos domingos de abril, com tradução para Libras.

As “sessões azuis”, entretanto, não são voltadas apenas autistas ou aos pais. Abertas a todo público, a ideia é justamente que as pessoas, além de assistirem a um bom espetáculo, também aprendam a conviver e a respeitar as pessoas com autismo. Por isso, antes de cada sessão, acontece uma ação de conscientização do público.

Confira a programação completa:
Os fabulosos julgamentos de Fritz e Phedora
Classificação indicativa: Livre

Duração: 40 min

Os palhaços Fritz e Phedora não somente rememoram fábulas e contos por nós esquecidos, eles também nos convidam a repensar o destino das personagens e trajetórias. Mas como? Como se brincassem de recriar as cenas das histórias e mudar seus rumos, eles ressignificam a situação de um tribunal para que o público participe das decisões do rumo das personagens. Eles colocam as figuras das fábulas numa pequena corte de um julgamento.

Como seria o lobo mau desenhado neste ato cênico como réu onde as crianças por meio de uma dinâmica divertida, paródica e humorada o destinasse e o questionassem por outros meios que não somente o da história escrita? Como também a rainha se explicaria diante de Branca sobre seus invejosos gritos no espelho e porque a perseguia tanto?

E como um duo de palhaços pode trazer de forma cômica e leve um cenário que para um jovem possa parecer estranho, no entanto, um espaço que trata de refletir , pesquisar e analisar os rumos de alguém? O tribunal se torna portanto, um fabuloso pretexto, um cenário quase que utópico onde reacendemos nossas urgências e desejos na relação com o mundo, como o outro. Uma situação aberta em forma de jogo para que a comunidade infantil possa mergulhar ainda mais no universo fabular e ampliar seu olhar, de forma lúdica sobre as personagens dessas tramas , da sua própria humanidade e como as vê relacionadas.

Endereço: Biblioteca Hans Christian Andersen (Sessão Azul). Av. Celso Garcia, 4142 | Tatuapé | São Paulo, SP|Tel. (11) 2295-3447. Dia 28, 11h.

Os 3 Porquinhos
Classificação indicativa: Livre

Duração: 55 min

Os 3 Porquinhos é contado através de dois “açougueiros”, Pipo e Pepe, que têm um açougue muito diferente. Nele há todo tipo de carne: carne de óculos, carne de bicicleta, carne de martelo, carne de banana, menos carne de verdade. Um dia lhes pedem carne de porco e então é armada toda a confusão: um dos açougueiros se veste de lobo para desta forma entrar na história Os 3 Porquinhos e conseguir a carne tão almejada.

Será que conseguirão? Onde conseguirão? Como conseguirão? O espetáculo é cartoonesco, irreverente e musical tendo na linguagem do palhaço o grande fio condutor.

Endereço: Biblioteca Monteiro Lobato (Sessão Azul). R. General Jardim, 485, Vila Buarque, Centro. | tel. 3256-4122, 3256-4438 e 3256-4038. Dia 28, 11h.

Fonte: Prefeitura de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *