Obras de controle de enchente na bacia do Córrego Ribeirão Perus

Férias: aproveite as piscinas presentes nos 27 Centros Esportivos
dezembro 21, 2018
Conheça mais sobre o SAICA
janeiro 8, 2019

Obras de controle de enchente na bacia do Córrego Ribeirão Perus

Na sexta-feira (4) a Prefeitura de São Paulo anunciou o processo de licitação para a contratação da empresa que irá elaborar e adequar os projetos executivos das obras de controle de enchentes da bacia do Ribeirão Perus. A estimativa é que os envelopes sejam abertos no próximo dia 10 de janeiro. O projeto foi paralisado na gestão anterior devido ao não cumprimento de um acordo firmado com a Caixa Econômica Federal.

Em agosto de 2018, o Sistema de Controle de Enchentes da Bacia Ribeirão de Perus foi selecionado e incluído no Projeto Avançar, do Governo Federal, por meio do Ministério das Cidades. O projeto foi revisto com prioridade para ações de contenção de enchentes, gerando uma economia aos cofres públicos de R$ 57,4 milhões para construção de 5 reservatórios com capacidade para armazenar 600 mil m³, além do alteamento de 3 pontes e paisagismo. A iniciativa também prevê a redução do número de desapropriações, de 176 para apenas 20.

A Prefeitura intensificou as ações na região desde a noite do dia 18 e a madrugada do dia 19 de dezembro, quando foram registrados 105,6 milímetros de precipitação na região em apenas cinco horas, o correspondente a metade do volume esperado para dezembro. Desde a enchente, as esquipes da Prefeitura já retiraram 850 toneladas de detritos das ruas e do córrego. A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) ofertou atendimento emergencial para 372 famílias que foram afetadas.

As equipes também realizaram visitas em 422 domicílios da região que foram afetados, visando a prevenção de doenças e cuidados com enchentes. A iniciativa contou com o apoio da Defesa Civil, CET, Subprefeitura de Perus, Amlurb e da Superintendência de Usinas de Asfalto de São Paulo (Spua), que ajudou com equipes de limpeza, hidro jato, varrição e na remoção de objetos.

Fonte: Prefeitura de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *