Perguntas Frequentes – principais informações sobre os Serviços de Saúde

Confira os cursos, exposições e oficinas para aproveitar nestas férias
dezembro 20, 2018
Alerta para riscos à saúde decorrentes de enchentes
dezembro 20, 2018

Perguntas Frequentes – principais informações sobre os Serviços de Saúde

Abaixo segue alguns esclarecimentos acerca da área de Serviços de Saúde:

CARTÃO SUS

Como eu faço para adquirir o meu Cartão Saúde do SUS?

Basta comparecer, de segunda a sexta-feira, em uma das Unidades Básicas de Saúde (UBS) habilitadas a fazer o cartão. Não esquecer de levar o RG (original ou cópia) e um comprovante de residência. No caso de crianças que não tenham RG, apresentar original ou cópia da certidão de nascimento.

Eu já possuo o cartão do SUS em papel, devo trocá-lo?

Não. O munícipe será recadastrado quando precisar ir a uma das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e deverá aguardar a chegada do cartão definitivo, que será enviado pelo Ministério da Saúde para sua residência. O cartão SUS em papel continuará valendo para o atendimento na rede de saúde até a chegada do novo cartão.

CARTEIRA DE VACINAÇÃO

Como eu faço para pôr em dia a carteira de vacinação de meu filho?

Fora dos períodos de campanha, o interessado deve procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima para fazer a vacinação pendente. Para informações a respeito do Calendário de Vacinação, clique aqui.

MEDICAMENTOS

Como eu faço para obter informações sobre os preços de medicamentos nas Farmácias Populares?

Para detalhes de funcionamento, medicamentos e preços das Farmácias Populares, o munícipe deve ligar para o telefone 0800.61.1997 e escolher a opção 2 – Programas e Políticas de Saúde.

O que é o programa Remédio em Casa?

O Programa Remédio em Casa consiste na entrega, via Correios, de medicamentos anti-hipertensivos e hipoglicemiantes orais em quantidade suficiente para o período de 90 dias aos portadores de Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus. Os pacientes devem apresentar quadro estável e controlado, recebendo acompanhamento em Unidade de Saúde. Este programa tem o objetivo de garantir à população o acesso mais efetivo aos medicamentos padronizados para o tratamento dessas doenças.

Quem pode participar do programa Remédio em Casa?

Qualquer pessoa que possua hipertensão arterial ou diabetes, desde que não precise de insulina. É necessário apenas, depois de se cadastrar na sua UBS, passar por duas consultas médicas consecutivas em um intervalo mínimo de 30 dias. Se o quadro do paciente se apresentar estável, o paciente passa a receber medicamentos suficiente para três meses de tratamento em casa, pelos Correios.

Recebi os medicamentos em casa por três meses pelo programa Remédio em Casa, mas o meu tratamento ainda não acabou. Eu posso continuar no programa?

Após os três meses de recebimento dos remédios, acontece uma nova avaliação médica. Se a continuidade do tratamento for necessária e o quadro se mantiver estável, o paciente irá continuar no programa por mais três meses.

Quais os remédios disponibilizados pelo programa Remédio em Casa?

· Hidroclorotiazida 25mg
· Propranolol 40mg
· Atenolol 50mg
· Captopril 25mg
· Enalapril 20mg
· Enalapril 5 mg
· Nifedipino 20mg
· Anlodipino 5mg
· Acido acetilsalicílico 100mg
· Metformina 850mg
· Glibenclamida 5mg

PROGRAMA MÃE PAULISTANAS

O que é o Programa Mãe Paulistana?

A Rede de Proteção Mãe Paulistana é um programa da Prefeitura da Cidade de São Paulo, coordenado pela Secretaria Municipal da Saúde, que visa o desenvolvimento de ações e serviços de promoção, prevenção de doenças e assistência médica da gestante e do recém-nascido. As gestantes inscritas no programa terão acesso a todos os exames necessários e recomendados pela Sociedade Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, incluindo a ultra-sonografia. O mesmo acontecerá no acompanhamento do recém-nascido até o primeiro ano de vida. Além disso, o programa prevê ainda para as gestantes inscritas e acompanhadas na UBS um Bilhete Único´- Mãe Paulistana com créditos suficientes para os dias de consultas, um enxoval básico para o recém-nascido e a carteira com foto da criança no hospital.

Quem pode participar do Programa Mãe Paulistana?

Todas as gestantes residentes no município de São Paulo.

Não sou gestante, mas meu filho(a) é recém-nascido(a). Posso participar do Programa Mãe Paulistana?

Sim. Você poderá entrar na fase do planejamento familiar e fazer os exames necessários (mãe e recém-nascido). Para isto, basta se inscrever na Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima.

Quantas tarifas já estão inclusas no Bilhete Único – Mãe Paulistana?

A quantidade de tarifas disponibilizadas no Bilhete Único – Mãe Paulistana é definida caso a caso pela Unidade Básica de Saúde (UBS), de acordo com a necessidade de cada gestante. Não há quantidade mínima ou máxima.

Como é feita a distribuição de enxovais do Programa Mãe Paulistana?

Não é uma distribuição de enxovais. Somente a gestante inscrita no Mãe Paulistana, que cumpriu e realizou corretamente todos os exames, terá direito ao enxoval do bebê assim que ele nascer.

AMA

O que é Assistência Médica Ambulatorial (AMA)?

A AMA tem como função o atendimento não agendado de pacientes portadores de doenças ou agravos de baixa e média complexidade nas áreas de clínica médica, pediatria e cirurgia geral ou ginecologia. O objetivo é ampliar o acesso de pacientes que necessitam de atendimento imediato, racionalizar, organizar e estabelecer o fluxo de pacientes para as UBS, Ambulatórios de Especialidades e Hospitais.

Onde eu encontro uma unidade da AMA?

Estas unidades, em sua maioria, são implantadas e acopladas às unidades básicas de saúde, que apresentam condições de adaptação do espaço físico necessário para a AMA: cinco consultórios, sala de emergência, sala de observação, sala de RX, sala de espera, sala de apoio, entre outros.

Fonte: Prefeitura de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *