JANEIRO ROXO: TODOS CONTRA A HANSENÍASE

Serviços de segurança para os cidadãos
dezembro 20, 2018
Conheça mais sobre o Código do Consumidor
dezembro 20, 2018

JANEIRO ROXO: TODOS CONTRA A HANSENÍASE

É uma doença transmissível que acomete principalmente a pele e os nervos periféricos. Pode atingir rosto, olhos, orelhas, nariz, braços, mãos, pernas e pés. Demora de 2 a 7 anos, em geral, para o aparecimento dos primeiros sintomas. A hanseníase pode causar deformidades físicas, mas isso pode ser evitado com diagnóstico precoce e tratamento imediato.

Como se transmite

A hanseníase é transmitida por meio das vias aéreas superiores (fala, tosse, espirro). Se dá por meio de uma pessoa doente e sem tratamento. A hanseníase não passa por abraço, aperto de mão ou carinho. Em casa ou no trabalho, não é necessário separar as roupas, os pratos, os talheres e os copos.

Principais sintomas

  • Uma ou mais manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou amarronzadas em qualquer parte do corpo com diminuição ou perda da sensibilidade ao calor, à dor e ao tato, a pessoa se queima e se machuca sem perceber;
  • Caroços e inchaços no corpo, em alguns casos avermelhados e doloridos;
  • Dor e sensação de choque, fisgadas e agulhadas ao longo de nervos dos braços, mãos, pernas e pés;
  • Áreas da pele com diminuição dos pelos e do suor;
  • Engrossamento do nervo que passa no cotovelo, levando à perda da sensibilidade e/ou diminuição da força do 5º dedo.

Tratamento

Hanseníase tem cura. O tratamento é feito com a PQT (Poliquimioterapia), que é um coquetel de antibióticos. A PQT tem apresentação em cartelas com capsulas para uso oral e é fornecida pelo serviço de saúde. O paciente deve tomar uma dose mensal na Unidade de Saúde (dose supervisionada) e as demais doses são autoadministradas (pelo paciente em sua moradia), adotando, ao mesmo tempo, cuidados com olhos, mãos e pés para prevenção de incapacidades.

A PQT é uma combinação de medicamentos seguros e eficazes. O esquema de tratamento depende da classificação da doença (Paucibacilar-PB ou Multibacilar-MB). O tratamento PB é realizado com 6 doses em até 9 meses e o MB, com 12 doses em até 18 meses.

Prevenção 

  • A população deve conhecer os sinais e sintomas da doença e deve estar informada de que a hanseníase tem cura, sobre o tratamento e estar motivada a buscá-lo nas unidades de saúde de seu município;
  • As unidades de saúde devem ter seus serviços organizados para desenvolver as atividades da hanseníase, garantindo o acesso da população aos mesmos;
  • Os profissionais de saúde devem estar capacitados para reconhecer os sinais e sintomas da doença, isto é, para diagnosticar e tratar os casos de hanseníase, bem como, para realizar ações de promoção de saúde.

Para saber mais, clique aqui ou ligue no Disque Saúde 136.

Fonte: Ministério da Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *