Aulas gratuitas de português para imigrantes

Conheça o Centro de Memória do Circo
agosto 8, 2018
Programação cultural gratuita com Libras e audiodescrição
agosto 10, 2018

Aulas gratuitas de português para imigrantes

O programa “Portas Abertas: Português para Imigrantes” abriu inscrições até 20 de agosto nas próprias unidades de ensino que oferecem o curso. Os estudante podem ingressar até o final do ano letivo, e para obter o certificado de conclusão, deve-se ter comparecido a pelo menos 75% das aulas durante o semestre. Qualquer imigrante pode participar do curso. Não será impedimento:

  • A falta de documentos
  • A situação migratória (imigrante, apátrida, refugiado, etc.)
  • A nacionalidade

Como se inscrever

As inscrições deve ser feitas nas escolas em que o interessado pretende estudar. Os documentos que deve ser apresentados (além do RG) podem ter sido emitidos no Brasil ou mesmo no país de origem. E são eles:

  • Protocolos de Solicitação de Refúgio;
  • Protocolo de RNE (Registro Nacional de Estrangeiro);
  • RNE (Registro Nacional de Estrangeiro);
  • CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social);
  • CPF (Cadastro de Pessoa Física);
  • Documentos emitidos no país de origem como passaporte, carteira de identidade ou de qualquer outra espécie.

É necessário ainda apresentar, na secretaria da escola onde pretende frequentar as aulas, a ficha de inscrição preenchida e um comprovante de residência. Caso não possua este último, pode ser preenchida a declaração de residência também para entrega na secretaria da escola. A data de inicio das aulas ainda deve ser confirmada e divulgada. Os locais que o curso estará disponível:

EMEF ARTHUR AZEVEDO

Av. Salim Farah Maluf, 999 – Tatuapé, São Paulo – SP, 03076-000
Telefone: (11) 2295-4096

EMEF FÁBIO DA SILVA PRADO

Rua Taquari, 459 – Mooca, São Paulo – SP, 03166-000
Telefone: (11) 2694-6315

CEU EMEF JAMBEIRO

Av. José Pinheiro Borges, 60 – Jardim Aurora (Zona Leste), São Paulo – SP, 08420-092
Telefone: (11) 2960-2055

EMEF PROFA. CONCEIÇÃO Apª DE JESUS

Av. Ernesto Souza Cruz, 2171 – Cidade Antonio Estevão de Carvalho, São Paulo – SP, 08225-380
Telefone: (11) 3397-9060

EMEF JOSÉ MARIA WHITAKER

Av. Satélite, 688 – Cidade Satelite Santa Barbara, São Paulo – SP, 08330-480
Telefone: (11) 2919-2397

EMEF VEREADOR ANTONIO SAMPAIO

R. Voluntários da Pátria, 733 – Parque Anhembi, São Paulo – SP, 02031-000
Telefone: (11) 2221-5599

EMEF JOÃO DOMINGUES SAMPAIO

R. Gastão Madeira, 386 – Vila Maria Alta, São Paulo – SP, 02130-010

EMEF PRESIDENTE EPITÁCIO PESSOA

Rua Líbero Ancona Lopes, 169 – Parque Cruzeiro do Sul, São Paulo – SP, 08070-280
Telefone: (11) 2297-0192

Sobre o programa

O Projeto “Portas Abertas: Português para Imigrantes” é uma iniciativa conjunta entre a Secretaria Municipal de Educação (SME), a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), com o objetivo de oferecer curso de português gratuito, regular contínuo e permanente para imigrantes na Rede de Municipal de Ensino. A ideia é garantir e preservar direitos para a população imigrante da cidade de São Paulo.

O curso também propicia a inserção no mercado formal de trabalho e ainda a promoção da regularização migratória. Este projeto conta também com a cooperação do Centro de Línguas da Universidade de São Paulo (USP), para a capacitação dos professores das Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEFs) e a elaboração do material didático. As aulas serão ministradas por professores efetivos da Rede Municipal de Ensino, devidamente capacitados.

Para mais informações, clique aqui.

SERVIÇO – DÚVIDAS 

CRAI – Centro de Referencia e atendimento para Imigrantes
Endereço: Rua Japurá, nº 212 – Bela Vista
Telefone: 3598-7200
E-mail: recepcao.crai@sefras.org.br
Serviços oferecidos: orientação sobre documentação, reinserção ocupacional, assistência jurídica, assistência social, acompanhamento de famílias em situação de vulnerabilidade, orientação sobre políticas sociais e programas de transferência de renda, orientações sobre a rede de acolhida municipal, orientações para bancarização e encaminhamento de denúncias de violações de direitos humanos.

Fonte: Secretaria Especial de Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *