Declaração de Imposto de Renda 2018

Mostra sobre Saramago no Farol Santander
abril 6, 2018
Programa dedicado ao primeiro emprego
abril 11, 2018

Declaração de Imposto de Renda 2018

Nesta segunda-feira (9), a Receita Federal liberou a consulta para o lote de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (IRPF), referente aos exercícios de 2008 a 2017. Para saber se a declaração foi liberada, é necessário acessar a página da Receita na internet , ou ligar para o Receitafone, 146.

O que é o Imposto

É o imposto cobrado sobre a renda, que pode ser a renda de uma pessoa comum (pessoa física) ou sobre os rendimentos de uma empresa (pessoa jurídica). Ele é responsável pelas despesas com os serviços públicos como saúde, segurança, educação, entre outros.

Quem precisa declarar

Segunda a Receita Federal, são estes os contribuintes:

– Recebeu, em 2017, rendimentos tributáveis que somaram mais de R$ 28.559,70. Rendimentos relacionados a trabalho, aluguéis, pensões e benefícios se encaixam nessa categoria;

– Possuía, em 31 de dezembro de 2017, imóveis, veículos e outros bens acima do valor de R$ 300 mil;

– Obteve ganho de capital na venda de imóveis, veículos e outros bens sujeitos ao IR;

– Teve receita bruta de atividade rural superior a R$ 142.798,50;

– Optou pela isenção do IR sobre ganho de capital obtido na venda de imóvel residencial ao usar o dinheiro integralmente na compra de outro imóvel no Brasil, no prazo de 180 dias contados da celebração do contrato de venda;

– Recebeu acima de R$ 40 mil em rendimentos isentos (como juros de poupança ou FGTS), não tributáveis (como indenizações em Plano de Desligamento Voluntário e outros tipos) ou tributados na fonte (como 13º salário, ganhos com aplicação financeira e prêmios de loterias);

– Fez operações em bolsas de valores, de mercadorias e de títulos futuros, ou obteve ganho de capital com esses investimentos em 2016;

– Passou a ser residente no Brasil no ano de 2017 e estava nessa condição em 31 de dezembro.

Quem não precisa pagar

– Quem foi declarado como dependente em declaração apresentada por outra pessoa física, na qual tenham sido informados seus rendimentos, bens e direitos caso os possua;

– Teve a posse ou a propriedade de bens e direitos, inclusive terra nua (terreno que não tem equipamento ou estrutura para receber atividade rural), quando os bens comuns forem declarados pelo cônjuge, desde que o valor total dos seus bens privativos não exceda R$ 300.000,00, em 31 de dezembro de 2017.

Onde declaro

A declaração pode ser preenchida e entregue de três formas diferentes: pelo computador, por meio do programa baixado no site da Receita Federal; em tablets ou smartphones, pelo aplicativo Meu Imposto de Renda, disponível no Google Play (versão Android) e na App Store (versão iOS); ou no próprio site da Receita, para aqueles que têm Certificado Digital – neste caso, basta acessar o serviço “Meu Imposto de Renda”, no centro virtual de atendimento (e-CAC) da Receita.

O prazo de entrega vai até 30 de abril. Os contribuintes que perderem o prazo pagarão uma multa mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido.

Para mais informações clique aqui.

Fonte: Receita Federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *